Follow by Email

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

Balada de cárcere.
(Lendo Constantin Noica)

Assim como Dostoiévski
Steinhardt teve o seu aliócha.
Ambos não conviveram juntos,
Mas encontraram a sua felicidade no cárcere.
Perseguidos e censurados,
Tiveram uma vivência
Real e concreta do mundo.
Para descobrirem que a felicidade
Estava dentro e não fora
A felicidade estava nos sonhos!



                                                                                    J Santos

Nenhum comentário:

Postar um comentário